TV – ENTREVISTA SOBRE TRAUMAS E FOBIAS

 

O Programa Opinião Pernambuco convidou profissionais para discutirem sobre Medos, Traumas e Fobias.

Para debater o assunto, foram convidados:

– o psicólogo e diretor-presidente da Associação Brasileira de Psicologia Positiva, Jair Soares;

– o psiquiatra Thiago Durães;

– e o psicólogo Igor Lemos.

O programa foi apresentado pela jornalista Andreia Rocha e vai ao ar na TVU/TV Brasil.

Fale Conosco

Seu nome (obrigatório)

Seu telefone (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Sobre Jair Soares Psicólogo

Jair Soares - Psicólogo (CRP02/17.569), Hipnoterapeuta e presidente da Associação Brasileira de Psicologia e Positiva e Coaching - ABRAPPO.

4 Comentários

    1. Jair Soares Psicólogo

      Olá, Adilma!
      Tecnicamente falando, o que o seu neto tem chama-se Síndrome Picker Eaters. Em uma tradução livre seria algo como “Comedores exigentes”. É algo pouco conhecido no Brasil. Até hoje só atendi 2 casos. Entretanto, tivemos sucesso em ambos.
      O problema não parece difícil de resolver. Normalmente está ligado a um estado que liga o ato de comer à ansiedade. Isso tem solução. Naturalmente, cada caso é um caso e precisamos avaliar seu neto. Entre em contato conosco e marque uma sessão. Combinado?

      Responder

  1. meu neto de 13 anos odeia comida, minha nora o obrigou muito para sopinhas com a sandalia na mao, e hoje ele nao se alimenta é magro demais e tem olheiras e sofre com muita dor de cabeça e vive mau humorado,só come pao pizza arroz e macarrao branco por favor me ajude quero savber se existe tratamento pra ele e quero saber o preço da consulta pois toda familia vai se juntar para ajudar ele é músico toca instrumento de sopro passa horas no ensaio quando chega em casa demora muito a dormir por favor nos ajude

    Responder
    1. Jair Soares Psicólogo

      Olá, Adilma!
      Tecnicamente falando, o que o seu neto tem chama-se Síndrome Picker Eaters. Em uma tradução livre seria algo como “Comedores exigentes”. É algo pouco conhecido no Brasil. Até hoje só atendi 2 casos. Entretanto, tivemos sucesso em ambos.
      O problema não parece difícil de resolver. Normalmente está ligado a um estado que liga o ato de comer à ansiedade. Isso tem solução. Naturalmente, cada caso é um caso e precisamos avaliar seu neto. Entre em contato conosco e marque uma sessão. Combinado?

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *